sexta-feira, 29 de outubro de 2010

terça-feira, 26 de outubro de 2010

Santo Anjo

"Santo anjo do Senhor
meu zeloso guardador
se a ti me confiou a piedade divina
sempre me rege
me guarde
me governe
me ilumine
Amém."

sexta-feira, 22 de outubro de 2010

Livrinhos e Selinhos

A Cris divulgou esta promocão bacaninha do Itaú, é bem facinho: faz o cadastro e recebe em casa um kit com livrinhos para lermos com nossos pequenos. É só entrar aqui.
A Sophia adora livrinhos, comecei a comprar pra ela antes mesmo dela nascer. Aqui em Porto Alegre temos todos os anos a Feira do Livro, que é um evento bacanésimo (começa semana que vem, êba!). A Praça da Alfândega se transforma em um mundo mágico. E foi lá na feira do livro, grávida de uns 4 meses que iniciei a bibliotequinha da SoSô. Acho que o primeiro livrinho que eu comprei pra ela foi o Chapeuzinho Amarelo do Chico Buarque (lindo, lindo, lindo: o livrinho e o Chico!). Comprei também vários da Tatiana Belinky que é uma escritora infantil que eu adoro, e é dela uma frase que li que sempre me inspirou muito: "É preciso expôr a criança ao livro." Na biblotequinha da SoSô também tem muitos livrinhos da Clarice Lispector, que eu sempre li, desde adolescente. A Clarice escreve para crianças primorosamente, com muito respeito à inteligência dos pequenos e com uma delicadeza própria da grande escritora que foi. E temos, sim, sim, Monteiro Lobato, o mestre.

Ganhamos mais um selinho fofo da Cris e vamos deixá-lo bem à vontade aqui para quem quiser levar.


E pra terminar o post quero deixar um mundaréu de energias positivas e as melhores vibrações pro Theozinho que o Papai do Céu te abençoe, tudo, tudo vai dar certo.

quarta-feira, 20 de outubro de 2010

Sophia é assim...



Você é assim
Um sonho pra mim
E quando eu não te vejo
Eu penso em você
Desde o amanhecer
Até quando eu me deito...

Eu gosto de você
E gosto de ficar com você
Meu riso é tão feliz contigo
O meu melhor amigo
É o meu amor...

E a gente canta
E a gente dança
E a gente não se cansa
De ser criança
A gente brinca
Na nossa velha infância...

Seus olhos meu clarão
Me guiam dentro da escuridão
Seus pés me abrem o caminho
Eu sigo e nunca me sinto só...

Você é assim
Um sonho pra mim
Quero te encher de beijos
Eu penso em você
Desde o amanhecer
Até quando eu me deito...

***A carinha de cansada da lindinha foi por conta de um sábado cheio de atividades, curtido e aproveitado cada minutinho. E a última gracinha mais engraçadinha desta mocinha é que quando rola qualquer coisa que ela curte (música, comidinha, etc), ela faz Uhuhuhuhuhu. Mas não é um Uhuhuhuhu qualquer, ele vem acompanhado de uma dancinha: primeiro com a cabeça pra lá e pra cá, depois com os ombrinhos pra lá e pra cá, fechando com um reboladinha, daí ela junta tudo e faz Uhuhuhuhuhu de novo (fazendo biquinho). Sei lá, essa guria tá me deixando meio bobalhona!

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

Mãe, mãe, mãe, manhê!

Pois é, lá em casa tá assim. Sophia me chama o tempo todo, só quer a mãe, isso já faz um mês mais ou menos. E olha que o papai dela é o pai mais fofo, participativo e brincalhão do mundo. O Renato parece que está passando por algo parecido. Hoje temos consulta trimestral e vamos conversar também sobre isso com o pediatra, depois conto. Não sei se todos os bebês passam por esta fase, mas é assim, no início a gente até acha bonitinho aquela sequência de Mãe, Mãe, mas logo se torna bem cansativo. Tenho procurado não ceder a estas chamadas ininterruptas, e, obviamente isso gera o choro, a rebeldia. E esta é a parte cansativa porque entra o trabalho do limite, paciência, etc, etc. Mas é necessário estabelecer este limite pra criança aprender a lidar com a frustração, saber esperar e entender que o mundo não gira em torno dela. E nós pais também precisamos aceitar que eles tem o direito de se rebelar, que isso é bom, mas não é o mesmo que desobediência e falta de educação. Li um pouco sobre os saltos de desenvolvimento e penso que talvez esta fase tenha um pouco a ver com isso, daí a importância de dosar o limite com muito carinho e conversa.
Por falar em salto, nesta última semana o da Sophia foi olímpico: repete todas as palavras que falamos, algumas que ela já falava, agora estão sendo pronunciadas corretamente: o cocô deixou de ser totô! Se esforça imensamente pra cantar as músicas como eu já comentei no post anterior. Tem sido trabalhoso e muito, muito maravilhoso. Amo muito tudo isso.

quarta-feira, 13 de outubro de 2010

O que é O que é...

A coisa mais lindo do mundo?

É a Sophia, meu toquinho de gente, cantando Alecrim Dourado com o Papai:

Alecrim, alecrim dourado
que nasceu no campo sem ser semeado
foi o meu amoooor que me disse assim
que a flor do campo é o alecrim!

Falando o finalzinho de cada palavrinha da música e já sabe dizer amor, que ela fala mais ou menos assim: meu amôôô!!!

Meu alecrinzinho dourado!
.......................
Sarah!!! Obrigada pelo selinho: é o primeiro que ganhamos ;-)













Então vamos lá, nove coisas sobre mim:
Um: sou uma canceriana muito típica, choro fácil (muuuito mais depois de ser mãe), sou caseira, mãezona de todos, mas muito mais da Sophia, é claro.
Dois: adoro caixinhas, organizo tudo, separo por tamanhos, por cores e sabores. Meu marido acha isso muito angraçado (às vezes!).
Três: não sei viver sem música, adoro MPB, já subi no palco pra beijar o Chico Buarque e adoro ter feito isso. Sophia já ama música também, acho isso muito legal, cantamos muito juntas.
Quatro: antes de ser mãe eu sonhava em ser mãe. Hoje, eu amo ser mãe.
Cinco: tenho um marido maravilhoso que foi meu amigo por vinte anos antes de começarmos a namorar. Sim, é uma história louca. E linda também.
Seis: sou formada em administração de empresas há séculos mas cursei quatro semestres de filosofia, parei no quarto mês de gravidez e ainda não consegui voltar. Mas descobri que ser mãe também é pura filosofia.
Sete: sou chocólatra, chocolovers, comedora de chocolate compulsiva, ou qualquer outra coisa que denominne esse doce vício. Tenho sorte de não engordar (muito!).
Oito: não como carne e nem a maioria das coisas industrializadas, não tomo refrigerante e gosto de cuidar da minha alimentação e da minha filhota.
Nove: pratico yoga há vários anos e adoro.
Para receber o selinho:
Cris
Roberta
Ana Paula

quinta-feira, 7 de outubro de 2010

Piquenique


Sophia fazendo piquenique na escolinha ontem. A profi tirou várias fotos, mas em todas ela tá grudada nesta cesta que eu fiz pra ela levar. Espero que tenha dividido com os coleguinhas né filha...

Mas pelo jeito...

terça-feira, 5 de outubro de 2010

Das perguntas que virão – Parte 1: O palhacinho e a política

- Mãããe, o que é democracia?
- Democracia filha, é quando tu e o papai querem ver desenho na TV e a mamãe quer ver o jornal, daí o desenho vence porque vocês dois são a maioria.
- E eleição é o que mãe?
- Eleição é quando algumas pessoas se candidatam pra trabalhar para o país, daí como é muita gente querendo trabalhar, tem a votação pra escolher quem vai ganhar, lembra: o desenho ou o jornal?
- Mas tem que trabalhar muito mamãe?
- É, ter tem né filha, mas alguns não trabalham tanto assim...
- Mas mãe, trabalho não é coisa séria?
- É filha, é muito sério sim, é através do trabalho que construímos um mundo melhor e mais justo para todos.
- Mas se trabalho é coisa séria, porque as pessoas escolheram o palhacinho pra ir trabalhar lá mamãe?
- É que... sabe filha... essa nem a mamãe tem a resposta. Mas desculpa aí por a gente morar em um país que acontece coisas assim. Papai e mamãe estão se esforçando e pensando bastante pra escolher certinho, pra que quando tu crescer filha, o mundo esteja mais bonito, mais justo, mais feliz e mais colorido pra todo mundo. E com os palhacinhos lá no circo, que é o lugar deles, alegrando a criançada.

sexta-feira, 1 de outubro de 2010

1, 2, 3... conte comigo outra vez!

Umas das partes do nosso ritual com a Sophia antes de dormir é, quem vai dar a mamadeira senta na poltrona e o outro fica com a bebê no colo e conta: 1, 2, 3, e jááá! Ontem o Tony sentou na poltrona, eu com ela no colo, enquanto eu falava não sei o quê pra ele, ela começou: um, doisi, têis i jááá!
Tipo: já vou contando pra adiantar o esquema enquanto vocês terminam o papo de vocês.
Meudeusu!!! Coisa mais amada essa nenê.